terça-feira, 4 de outubro de 2016

MEDITAÇÃO DE SÃO FRANCISCO DE ASSIS


S. Francisco fala aos pássaros (miniatura do sec.XIII)
   São Francisco de Assis, estando em retiro no monte Alverne fez uma seríssima meditação: "O céu aberto em cima de minha cabeça. O inferno aberto sob meus pés. E o cristão no meio! Assim estou no mundo, sob um Céu que me espera e cujo pensamento me conforta e estimula na luta". Quando a cruz pesar demais sobre nossos ombros doloridos, olhemos para o Céu. Certo dia ouvindo São Francisco de Assis o tanger de uma corda da lira celeste nas mãos de um anjo, entrou em êxtase e desfaleceu de tanta alegria. Sua pobre natureza se sentiu aniquilada, ante a estupenda maravilha de tão deliciosa melodia. Que não será, ó meu Deus, ouvir os cânticos eternos! Santo Inácio dizia: "Como me parece pequena e desprezível esta terra, quando olho para o Céu!" O céu aberto! Eia! Confiança! Todo sofrimento é pouco para tamanha felicidade!
   "O inferno aberto!" Meditemos um pouco. Pode-se comparar todo nosso martírio, toda a amargura da terra, a uma só das penas eternas? Então, por que não suportarmos hoje um castigo tão leve em reparação de nossos pecados, que, mil vezes, já mereceram a condenação eterna?
   "O cristão no meio!" ... para a luta, para a escolha livre do seu destino! Oh! como a vida é séria e cheia de responsabilidades! No meio, entre o Céu e terra, o cristão luta! Oh! saibamos sofrer e, com o pobrezinho de Assis, meditemos o que somos, onde estamos e o que nos espera na Eternidade!" Nosso Senhor Jesus Cristo disse: "No meio desta geração adúltera e pecadora, quem se envergonhar de mim e de minhas palavras, Eu também me envergonharei dele no dia do juízo". 

Nenhum comentário:

Postar um comentário