sexta-feira, 26 de maio de 2017

NOVENA DO ESPÍRITO SANTO (Por Santo Afonso Maria de Ligório)

ORAÇÃO PREPARATÓRIA

A Sequência da Missa

   
Vinde, Espírito Santo, e do céu enviai um raio de vossa luz!
   Vinde, Pai dos pobres; vinde, doador dos bens, vinde luz dos corações!
   Consolador supremo, doce hóspede da alma, suave refrigério!
   Nos trabalhos sois repouso; sois alívio no ardor; e nas lágrimas, consolo.
   Ó luz beatíssima, enchei até ao íntimo os corações dos vossos fiéis!
   Sem a vossa graça nada existe no homem, nada há de puro.
   Lavai toda mancha, regai toda aridez, sarai toda ferida.
   Abrandai o que é rígido, aquecei o que é frígido, encaminhai os desviados!
   Concedei aos fiéis que em vós confiam os sete dons sagrados.
   Dai-lhes o mérito da virtude; dai-lhes a salvação final, e o gozo perene, Amém.


LEITURA DO PRIMEIRO DIA

O amor de Deus é fogo que inflama

   1 - No Antigo Testamento mandara Deus que o fogo ardesse sempre no seu altar. "O fogo no altar deve estar sempre aceso (lv 6, 12). São Gregório diz serem os nossos corações os altares de Deus nos quais o fogo do amor divino deve arder sempre. Por isto não bastou ao eterno Pai mandar-nos seu Filho Jesus Cristo que nos remisse por sua morte: mas também quis dar-nos o Espírito Santo para morar nos nossos corações e os abrasar continuamente com sua caridade. O próprio Jesus Cristo nos afirma que veio à terra para inflamar os nossos corações com este fogo santo e que nada tanto deseja como ver que arda em chamas: "Vim lançar fogo à terra e que quero senão que se acenda?" (Lc 12, 49). Esquece as ofensas e a ingratidão que recebeu dos homens na terra e, tendo subido ao céu, manda-nos o Espírito Santo. Assim, pois, nos amais, ó amável Redentor, na vossa glória tanto quanto na vossa ignomínia e paixão.

   Poe isso o Espírito Santo desceu na forma de línguas ardentes no cenáculo sobre os discípulos. Pela mesma razão a Santa Igreja nos manda rezar: "Rogamo-Vos, Senhor, que o Espírito Santo nos inflame em aquele fogo que Nosso Senhor Jesus Cristo lançou a esta terra e que deseja ver arder grandemente". Este santo fogo abrasava os santos para praticar feitos por Deus; amar os inimigos, desejar humilhações, desapegar-se de todos os bens desta terra, suportar os tormentos do martírio e até a morte com alegria.

   2 - O amor não pode estar ocioso; nunca diz: Basta. Quanto mais uma alma amante de Deus faz, tanto mais vivo torna-se seu desejo de trabalhar mais ainda para merecer sua complacência e seu amor. Este fogo os inflama na oração contemplativa: "Quando contemplava, acendeu-se em mim o fogo" (sl 38, 4). Querendo, pois, abrasar-nos no amor de Deus, devemos amar a oração contemplativa,  por ser a fornalha que em nós faz arder o fogo do amor divino.

   Até agora nada fiz por vós, meu Deus, enquanto vós por mim tanto fizestes! Ah! minha tibieza deveria já vos ter impelido a lançar-me fora da vossa boca.

   Ó Espírito Santo, aquecei o que é frio, excitai em mim um grande desejo de agradar-vos. Abomino todo amor próprio e antes quero morrer que vos desagradar no mínimo ponto. Aparecestes em forma de línguas ardentes; por isso dedico-vos minha língua para nunca mais ofender-vos com ela. Meu Deus, vós ma destes, para anunciar vosso louvor; eu, porém, a tenho usado para vos ofender e seduzir outros ao pecado. Arrependo-me do fundo de minha alma. Por amor de Jesus Cristo, que durante sua peregrinação terrestre tanto promoveu por sua língua a vossa glória, dai-me a graça que vos honre deveras, cante vosso louvor, invoque vosso auxílio, e pregue vossa bondade e infinita amabilidade. Amo-vos, meu sumo Bem, amo-vos, ó Deus de amor.

   Ó Maria, predileta esposa do Espírito Santo, impetrai-me este fogo do amor divino. Amém. 


ORAÇÕES FINAIS

Oração para alcançar os sete dons do Espírito Santo

   Vinde, Espírito Santo, enchei os corações de vossos fiéis e acendei neles o fogo de vosso amor!
   
   Ó Espírito Santo, concedei-me o dom do temor de Deus, para que eu sempre me lembre, com suma reverência e profundo respeito, da vossa divina presença; trema, como os mesmos anjos, diante de vossa divina majestade, e nada receie tanto como desagradar aos vossos santos olhos.

   Ave-Maria.

   Espírito Santo, concedei-me o dom de piedade, que me tornará delicioso o trato  e o colóquio convosco na oração e me fará amar a Deus com íntimo amor, como a meu Pai, a Maria Santíssima como a minha Mãe e a todos os homens como a meus irmãos em Jesus Cristo.

   Ave-Maria.

   Espírito Santo, concedei-me o dom da ciência, para que eu conheça cada vez mais as minhas próprias misérias e fraquezas, a beleza da virtude e o valor inestimável da alma; e para sempre veja claramente as ciladas do demônio, da carne e do mundo, a fim de poder evitá-las.     

   Ave-Maria.

   Espírito Santo, concedei-me o dom da fortaleza, para que eu despreze todo respeito humano, fuja do pecado, pratique a virtude com santo fervor e afronte com paciência, e mesmo com alegria de espírito, os desprezos, prejuízos, perseguições e a própria morte antes que renegar por palavras e por obras ao meu amabilíssimo Senhor Jesus Cristo.

   Ave-Maria.

   Espírito Santo, concedei-me o dom do conselho, tão necessário em tantos passos melindrosos da vida, para que sempre escolha o que mais vos agrade, siga em tudo a vossa divina graça e com bons e carinhosos conselhos socorra ao próximo.

   Ave-Maria.

   Espírito Santo, concedei-me o dom da inteligência, para que eu, alumiado pela luz celeste de vossa graça, bem entenda as sublimes verdades da salvação, a doutrina da santa religião.

   Ave-Maria.

   Espírito Santo, concedei-me o dom da sabedoria, a fim de que eu, cada vez mais, goste das coisas divinas e, abrasado no fogo do vosso amor, prefira com alegria as coisas do céu a tudo que é mundano e me una para sempre a Jesus, sofrendo tudo neste mundo por seu amor. 

   Ave-Maria.

   Vinde, Espírito Criador, visitai-me e enchei o meu coração que vós criastes, com a vossa divina graça. Vinde e repousai sobre mim, Espírito de sabedoria e inteligência, Espírito de conselho e fortaleza, Espírito de ciência, de piedade e de temor de Deus. Vinde, Espírito divino, ficai comigo e derramai sobre mim a vossa divina bênção. Amém.


ATENÇÃO! Há uma leitura para cada dia. Publicarei, se Deus quiser, as leituras para cada dia da novena. Reza-se, então, antes A ORAÇÃO PREPARATÓRIA, faz-se a LEITURA DE CADA DIA, e logo depois, reza-se A ORAÇÃO FINAL.
A ORAÇÃO PREPARATÓRIA E A ORAÇÃO FINAL, sempre como neste primeiro dia. 


      

Nenhum comentário:

Postar um comentário