domingo, 30 de abril de 2017

ORAÇÃO DE SANTA CATARINA DE SENA PELO MUNDO E PELA IGREJA

   "Rogo-Vos, agora, Pai Eterno, tende piedade do mundo e da Santa Igreja. Não demoreis em usar de misericórdia para com o mundo. Escutai e realizai o desejo dos vossos servidores. Vós mesmo Vos fizestes clamar; escutai, pois, as suas vozes. Vosso Filho aconselhou que chamássemos, pois obteríamos resposta; que batêssemos, que a porta nos seria aberta; que pedíssemos, pois haveríamos de receber".
   "Ó Pai, vossos servidores imploram misericórdia; respondei-lhes, pois. Sei que a misericórdia é atribuída a Vós; não podeis deixar de concedê-la a quem suplica. Vossos servidores batem à porta do Vosso Filho; eles conhecem o amor que tendes pelo homem e por isso batem à vossa porta. A chama do Vosso amor não pode, não há de recusar a quem insiste com confiança. Abri, pois. Descerrai, despedaçai os corações endurecidos dos Vossos filhos. Eles mesmos nada pedem; escutai, porém, em força de Vossa infinita bondade e por amor dos Vossos servidores, que suplicam por eles. Vede como se acham ante a porta do Vosso Filho e clamam".
   "Que Vos pedem eles? O Sangue do Vosso Filho. Em tal Sangue lavastes o pecado e apagastes a mancha da culpa de Adão. É Sangue nosso, nele nos lavastes. Não ireis desdizer-Vos, nem o quereis diante de quem Vos implora. Concedei, pois, aos homens o fruto do Sangue. Colocai no prato da balança o preço do Sangue de Jesus, para que o demônio não mais arrebate as ovelhinhas. Vós sois o Bom Pastor, pois nos destes o Vosso Filho. Por obediência Ele morreu pelas ovelhas, lavando-as no Sangue. É esse Sangue que Vossos servidores pedem, como mendigos à Vossa porta. Rogam pelo mundo: que o perdoeis. Que a Santa Igreja floresça novamente com bons e santos pastores; que desapareça a iniquidade dos ministros maus".
   "Ó Eterno Pai! Prometestes misericórdia para o mundo, prometestes reformar a Santa Igreja, prometestes dar-nos conforto pelo amor que tendes aos homens e em atenção à oração dos Vossos servidores, bem como pela paciência que demonstram nas adversidades. Não demoreis em volver-nos um olhar piedoso. Já que amais dar resposta antes mesmo que peçamos, dizei uma palavra de perdão. Abri a porta da Vossa inestimável caridade, manifestada a nós no Verbo Encarnado. Bem sei que a abris antes de pedirmos. Baseando-Vos no próprio amor que lhes destes, Vossos servidores clamam à procura de Vossa glória e da salvação das almas. Concedei-lhes o pão da vida, ou seja, o fruto do Sangue. Eles o imploram para a glória do Vosso nome e para a santificação dos homens. Ao que parece, a salvação de numerosas pessoas dá maior glória a Vós, do que se todos fossem deixados no obstinação do mal. Tudo Vos é possível, Pai Eterno! Embora nos tenhais criado sem nossa colaboração, sem ela não nos quereis salvar; rogo-Vos, pois, que façais tais pessoas desejar quanto os vossos servidores imploram. Eu o imploro por Vosso infinito amor. Vós nos criastes do nada; agora existimos. Perdoai e reformai os vasos construídos à Vossa imagem e semelhança; reformai-os para a graça na misericórdia do Sangue do Vosso Filho".
                                               ( Livro "O Diálogo" de Santa Catarina de Sena, Terceira Parte, Cap. 29.2 ).

   Caríssimos e amados leitores, a exemplo dos santos, rezemos com fé, humildade e confiança, pela Santa Igreja, hoje invadida e dominada pelos modernistas, os piores inimigos da Igreja, como declarou São Pio X.
   As Sagradas Escrituras comparam os maus pastores a cães mudos que não podem ladrar: (Cf. Isaías, LVI, 10 ). Assim a Bíblia nos autoriza a comparar os bons pastores a cães que ladram.    Ora, a Santa Igreja, como denunciou São Pio X e mais tarde confirmou o Papa Pio XII, está invadida pelos inimigos. Penso que  os bispos e padres que lutam para defender a Fé e que foram injustamente suspensos têm que aproveitar a oportunidade de poder estar dentro da sua casa para mais eficazmente expulsar os invasores. Quando uma casa é invadida e os donos e seus verdadeiros filhos são expulsos, pouco adianta os cães ficarem latindo no terreiro. Têm que entrar com cuidado é claro; mas, embora a luta seja mais renhida, corpo a corpo, será mais eficaz e meritória. Temos que fazer como Santa Joana d'Arc, mas na ordem espiritual. Até acho que atualmente, não é a hora azada para se pensar em regularização canônica. Por isso entendo a prudência de D. Fellay em se preocupar em ser recebidos como sempre foram, pela graça de Deus, verdadeiros católicos.  
   É óbvio que os verdadeiros católicos têm que procurar fazer exatamente o que os modernistas não querem; e ter o cuidado em não fazer o que querem. Os modernistas tripudiam sobre as lamentáveis rebeliões e consequentes divisões provocadas entre os tradicionalistas. Alguns julgam estar resistindo ao progressismo, mas, na verdade, estão enfraquecendo a verdadeira "RESISTÊNCIA"  a esta terrível crise dentro da Igreja e em toda Sociedade. 
Todos aqueles que pretendem estar trabalhando para o Reinado do Sagrado Coração de Jesus, mas não têm o espírito reto de, como os Santos, resistir sem faltar com o respeito devido à dignidade divina do sacerdócio, na verdade não estão edificando mas escandalizando e fazendo coro aos inimigos da Santa Madre Igreja. 

   São José, Patrono da Santa Igreja, rogai por nós!


Nenhum comentário:

Postar um comentário