quarta-feira, 31 de maio de 2017

NOVENA DO DIVINO ESPÍRITO SANTO

   ORAÇÃO PREPARATÓRIA como no primeiro dia. 

LEITURA PARA O SEXTO DIA

   
O amor de Deus é força que alenta

   1 - "Forte como a morte é o amor" (Cânt. 8, 6). Assim como no mundo não há poder que resista à morte, não há também para a alma que ama a Deus uma dificuldade, que finalmente não ceda ao amor. Se for preciso agradar ao amado, o amor suporta tudo: danos, desprezos, dores. Nada é tão duro que resista ao amor. O sinal, pois, do lídimo amor de Deus consiste em a alma ser fiel ao Senhor não só no bem-estar, mas também nas tribulações. "Deus tanto é amável quando manda contrariedades, diz São Francisco de Sales, como quando concede consolações, porque fez tudo por amor de nós". Até quanto mais nos castiga, tanto mais nos ama. São João Crisóstomo considerava São Paulo mais feliz por ter sido acorrentado do que por ter sido arrebatado ao terceiro céu. Por isso os santos mártires se regozijavam no meio dos tormentos. Agradeciam a Deus pelos padecimentos como pelo maior benefício que lhes podia fazer. Os outros santos, não torturados pelos tiranos tornaram-se por suas obras de penitência seus próprios algozes.

   2 - Diz Santo Agostinho: "Quem ama não se cansa, e se cansar ama o cansaço". - Ó Deus de minha alma, afirmo que vos amo, mas que já tenho feito por vós? - Nada! É um sinal que vos amo bem pouco ou nada. Mandai-me, pois, meu Jesus, o Espírito Santo, para me conceder força de, antes de morrer, padecer e trabalhar um pouco por vós. Não me deixeis neste estado de tibieza e ingratidão, no qual até agora vivi. Dai-me força de amar os padecimentos depois de ter cometido tantos pecados, pelos quais tenho merecido o inferno. Ó meu Deus, todo bondade e amor, desejais morar neste coração, do qual tantas vezes vos expulsei. Vinde e fazei nele vossa mansão.  Tomai posse dele para que vos pertença inteiramente. Amo-vos, meu Deus! E amando-vos, já vos tenho dado hospedagem, pois São João me afirma: "Quem permanece na caridade permanece em Deus e Deus nele" (1 Jo 4, 10). Estando vós, pois, comigo, aumentai minha caridade. Ligai-me fortemente com as cadeias da caridade que nada deseje, nada busque, nada estime senão a vós. Viva eu unido a vós e nunca separado do vosso amor. Quero pertencer-vos, meu Jesus, pertencer-vos inteiramente. 

   Minha rainha e intercessora, Maria, alcançai-me amor e perseverança. Amém.

ORAÇÕES FINAIS como no primeiro dia. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário